ÓPIO


O prazer está todo na reação que as sensações auditivas determinam no espírito, chegando o "material" pela sensação para receber sua forma de espírito. Eis porquê pessoas que têm na mesma proporção um bom ouvido diferem tanto a êste respeito. O ópio, exaltando em conjunto toda a atividade intelectual, acresce naturalmente êste modo particular de atividade, pelo qual estamos aptos a transformar em delicados prazeres intelectuais os materiais brutos da sensação sonora transmitida por um órgão.
Thomas de Quincey